Category Archives: Notícia

BlackGuard: algumas peças

Eis algumas peças do BlackGuard. Medem cerca de 5×2,5 cm.

BlackGuard Battle Report

Eis que – atendendo dicas do Fabio Tola – resolvi fazer uma espécie de Battle Report do BlackGuard. São três turnos de uma batalha pequena, sem o uso de Doutrinas de Exército, apenas algumas tropas de diferentes classes. BlackGuard é jogado em turnos. Eles são divididos em fases, e no início de cada um, os jogadores rolam um dado para ver quantos pontos de comando terão durante o turno. Quem tiver o menor resultado joga primeiro em todas as fases do turno, mas tem menos pontos de comando.  As fases são: Fase Tática, Fase de Tiro, Fase de Combate.

Os pontos são usados para movimentar pelotões (peças soltas), ou companhias (grupos de peças iguais). Também podem ser usados para formar/desfazer companhias, e atacar durante a Fase de Tiro.

O campo de batalha é divido em áreas. Serão 9 pelas usadas para marcar as divisas (onde 2 linhas se cruzam). Assim, não é necessário um tabuleiro, e o jogo pode ser disputado em uma superfície lisa.

Bueno, vamos lá. Império x A Guarda Negra:

Este é o posicionamento inicial dos exércitos. O Império na parte inferior do campo de batalha, e a Guarda na parte superior.

Na primeira Fase Tática, o Império rolou bons pontos de comando e mandou todas as tropas avançarem. A Guarda rolou baixo, teve a iniciativa, mas não conseguiu dominar muito território no campo de batalha.

Os arqueiros do Império conseguiram atingir um grupo de mortos-vivos, que acabou recuando. Uma companhia de Perfuradores Sombrios da Guarda atirou contra os Executores Imperiais, mas sem efeito. O primeiro turno não teve Fase de Combate, pois nenhuma das unidades estava em contato com o inimigo.

O Império rolou baixo e teve a iniciativa, imediatamente ordenando duas companhias em carga contra os inimigos. A Guarda tentou dominar a parte central do campo, avançando uma companhia de mortos-vivos e um pelotão da Guarda Gafanhoto.

Na Fase de Tiro, os Perfuradores conseguiram destruir um pelotão de lanceiros do Império. Os arqueiros imperiais atiraram contra uma companhia de mortos-vivos, mas sem efeito.

Fase de Combate positiva para o Império. No flanco esquerdo, uma companhia da Guarda Imperial conseguiu destruir um pelotão de Degoladores. No direito, os Executores obrigadam os lanceiros a recuarem.

Tendo afastado os lanceiros inimigos, os Executores Imperiais aproveitam para atingir o pelotão da Guarda Gafanhoto pelos flancos, ganhando vantagem em combate. Os mortos-vivos aproveitam para avançar em carga contra uma linha de arqueiros. A linha é uma formação vulnerável para unidades em combate corporal.

Na Fase de Tiro, os Perfuradores atingem uma companhia da Guarda Imperial, destruindo um pelotão.

Os mortos-vivos aproveitam a vulnerabilidade dos arqueiros e matam um pelotão, obrigando os sobreviventes a recuarem. Enquanto isso, a Guarda Gafanhoto não resiste à carga pelos flancos dos Executores e recua.

Este é o final do terceiro turno de jogo. Os Executores imperiais viraram seus flancos para os inimigos e encontram-se em uma posição perigosa. Na parte central do campo de batalha, mortos-vivos e a guarda imperial estão lado a lado.  A iniciativa para o próximo turno será muito importante: quem perder corre o risco de sofrer ataques pelos flancos!

BlackGuard

Estou projetando um novo sistema chamado BlackGuard. Trata-se de um wargame com movimento baseado em áreas, que usa marcadores para representar pelotões. A ambientação é uma espécie de fantasia medieval/terror. As regras são relativamente simples. Cada jogador monta seu exército com um número X de pontos e depois escolhe “doutrinas”, que são regras especiais aplicáveis a determinadas classes de unidades no exército.  Seguem algumas fotos de um playtest:

Combate do Seival

Semana passada publiquei um Wargame. Ele esteve encartado no caderno Bah!, do Jornal NH, onde eu trabalho, em Novo Hamburgo/RS. Saiu exatamente no dia 20 de setembro, para marcar a Semana Farroupilha.
Vou estudar a possibilidade de colocá-lo por aqui, em PDF, para os aficionados por print & play.
Algumas fotos:

Warmachine!

Essa semana chegou meu Two Player Battlebox de Warmachine. A caixa é pequena (parece uma embalagem de pizza congelada), mas vem FORRADA de coisas. São 5 Warjacks (2 Khador e 3 Menoth), 2 Warcasters e 2 units com 5 modelos cada.

Tem um livro de regras versão pocket (regras completas, mas sem fluff nem painting guide), um quick-start guide explicando as facções e o hobby propriamente dito, e as quickstart rules. Montei o negócio e dei uma estudada nas regras. A coisa parece realmente massa.

BETA TEST: Terra Brasilis Wargame

Eu sempre quis criar um wargame, mas nunca tive muito foco. Tenho dezenas de projetos inacabados por aqui – alguns até bem adiantados. Dessa vez tentei fazer algo diferente, e sinto que consegui chegar a um sistema divertido, simples e tático.

Do BattleGround: Fantasy Warfare eu peguei a ideia de usar cartas para representar as unidades na mesa, e do Warmachine, a de existir um recurso importante e escasso, que deve ser usado com sabedoria. O sistema de combate é coisa minha. Em um lance de dados dá pra saber se o inimigo foi atordoado, ferido, se teve a moral abalada, se corre risco de fugir ou se levou algum dano crítico. Tem até a possibilidade de o jogador gastar recursos pra poder rolar certos dados de novo e conseguir resultados mais benéficos. Isso possibilita interessantes táticas.

A arte tem outra história. Sempre gostei de videogame e sempre gostei de pixel art. Assim como meus projetos de wargames, tenho dezenas – se não centenas – de projetos arquivados de jogos de PC. A matemática foi simples, e eu resolvi usar o pixel art no Terra Brasilis. Acredito que esse estilo tem um apelo especial, principalmente quando impresso.

Bueno, cá está a versão Beta Print & Play de Terra Brasilis, um wargame steampunk brasileiro.  São 20 mega de download e dá pra começar a jogar imprimindo só uma página. É só ter uma fita métrica e uns dados de 6 lados.

Um feedback é altamente apreciado!

DOWNLOAD
SENDSPACE   4SHARED

Seguem uns previews do livro de regras (que tá no arquivo, em PDF 300dpi) em baixa definição:

Dust Warfare chegará logo

A Fantasy Flight Games autalizou nesta quinta a situação de Dust Warfare, as regras para miniaturas do universo de Dust. Sem estabelecer datas, eles apenas dizem que o livro será lançado em “breve”.

Três coisas me intrigam no Dust Warfare: como será a construção de listas? Livre, como o Tactics, ou mais restrita, como Flames of War ou Confrontation? Como é esta “command phase” e a “unit phase”, e como são as tais reações “inovadoras”? O livro dos russos – o Zverograd – trará regras para campanhas no estilo Operation Damocles e Frostbite do AT-43?

A empresa promete revelar mais sobre o sistema nas próximas semanas. Até lá, tudo é especulação.

Regras para o Revised Core Set estão online!

A Fantasy Flight Games liberou agora a pouco as regras da edição revisada de Dust Tactics. O PDF pode ser baixado do site oficial do jogo.

Ainda não olhei o manual, mas espero que seja uma compilação daquilo que vem sendo aprimorado desde a Operation Cyclone. Novas habilidades, reactive fire e regras para batalhas em construções.

A FFG está se dedicando ao jogo, e é bom ver atualizações constantes. Que venha a GenCon Indy.

Dust Warfare

A Fantasy Flight Games anunciou ontem o Dust Warfare. Trata-se da tão aguardada adaptação do nosso querido Dust Tactics para o tabletop, sem tabuleiro. Ninguém menos que Andy Chambers assina o livro. O cara já escreveu muita coisa pra Warhammer pela GW, passou pela Mongoose e agora é o lead writer de Starcraft 2 para a Blizzard.

Vou comprar assim que sair. Agora vão existir dois jogos: Dust Tactics e Dust Warfare. As miniaturas de Dust Tactics continuarão saindo normalmente, com as cartas e tudo mais, e poderão ser usadas no Dust Warfare.

Seguem algumas fotos que a FFG publicou. Cheguei a me urinar de emoção:

Infinity

Ganhei da Dani dois starters de Infinity: Haqquislam Barham Sectorial e Yu-Jing. Montei 12 miniaturas e fique só com 2 band-aids nos dedos. Win. Algumas fotos: